O pessoal do site GTPlanet entrevistou Kazunori Yamauchi, o criador da série Gran Turismo, no recente evento do World Tour no circuito de Nürburgring. E dessa entrevista saíram muitas informações sobre o futuro da série, principalmente em relação ao próximo jogo.

Um assunto polêmico em relação ao último jogo lançado, e que acabou dividindo a base de fãs, foi a falta de conteúdo single-player, principalmente o modo carreira mais simplificado. Kaz foi questionado em como isso funcionaria em um próximo jogo, e respondeu:

Eu acho que, em termos das corridas em si e da física, GT Sport realmente atingiu o melhor lugar que poderíamos atingir. Por outro lado, obviamente já estamos trabalhando no próximo Gran Turismo, e o mundo dos esportes que alcançamos através do GT Sport é uma coisa que eu sempre imaginei como o futuro do Gran Turismo. Nós conseguimos criar essa base agora.

E agora que o futuro da série foi estabelecido, será que há espaço para focar nos pontos fortes dos jogos anteriores? Para isso, Kaz respondeu:

Normalmente eu não jogo os Gran Turismo antigos. Mas desde que eu comecei a fazer os eventos mundiais, os jogadores são todos bem jovens, mas eles sempre falam sobre Gran Turismo 2 ou GT3 – tipo, quantos anos vocês tinham quando esses jogos foram lançados?! Então eu tive mais oportunidades de jogá-los recentemente, e é surpreendente a quantidade de coisas que eu esqueci!

Kazunori pode até esquecer, mas os jogadores, com certeza, não. Ele adiciona:

Fazendo todos esses eventos mundiais, tive a oportunidade de sentir a história do Gran Turismo. Eles me deram direções e dicas das coisas que nós devemos nos assegurar que estejam no futuro da série.

Mas o que isso quer dizer para o próximo jogo, seja ele Gran Turismo 7 ou GT Sport 2?

Eu acho que o próximo título que nós vamos criar vai ser uma combinação de passado, presente e futuro – uma forma completa de Gran Turismo.

Perguntado por um outro repórter sobre o que eles podem melhorar com o poder dos consoles de próxima geração, Kazunori disse:

A primeira coisa que será afetada pela potência adicional será o VR. Eu não acho que haja outra coisa que precise de tanto poder de processamento. Eu adoro o VR; acredito muito nas possibilidades dele, e encaixa muito bem para um jogo de corrida.

O VR depende muito da evolução do poder de GPU, e o hardware para ele, inclusive os dispositivos de tela. É uma coisa para a qual sempre vai faltar poder de processamento; sempre vai haver aquela limitação de hardware, e essa limitação nunca vai ser alta o suficiente para nós! Obviamente isso vai gradativamente melhorar com o tempo e nós vamos acompanhar.

O que você espera para o futuro de Gran Turismo? Deixe sua opinião nos comentários!